Segunda-Feira, 18 de Julho de 2011

Alegria e surpresa do rei dos machos


A vida é especialista em nos pregar peças. O relato do namoro, noivado, casamento, divórcio e outros fatos assemelhados – sim, não se pode ignorar a influência das amantes. Uma amante é mais poderosa sobre o homem que a própria esposa. Com esposa ele briga, discute por qualquer tostão; mas se a amante loura bela de corpo escultural lhe pede um carro modelo, marca e cor ele chega de tanque cheio. Estou exagerando?

Hoje a televisão é que faz aparecer ídolos para quem aguarda um romance. Mas com um processo mais longo, não é fácil a pessoa adminadora encontrar com a pessoa almejada a que vê na televisão. No rádio, ao menos nos longos anos em que eu ali atuei, as garotas deixavam nome e telefone na portaria pedindo para entregar a este ou aquele locutor ou artista, e constatei que algumas vezes deu certo. Comigo até sucedeu, mas nunca deu certo.

Episódio curioso ocorreu com um locutor da emissa nossa rival, a PRB2, Rádio Clube Paranaense. O locutor que encerrava a programação despediu-se os ouvintes convidando todos para voltarem à sintonia e, animado, levantou os braços bradando, após o espaço para o operador desligar o microfone: “Agora o rei dos machos via comer a rainha das mulheres”. Tudo foi para o ar!







 Voltar

Contato